Tudo o que você precisa saber sobre a Leptospirose

tudo-oque-voce-precisa-saber-sobre-a-leptospirose

A Leptospirose é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Leptospira, encontrada na urina do rato, que é o principal transmissor. É uma doença grave que acomete animais e humanos, que se não for diagnosticada precocemente, pode levar à morte. No verão, principalmente, com o aumento das chuvas, tem que se redobrar o cuidado, pois ocorre a disseminação mais facilmente desta bactéria através da água.

 

Como meu animal pode se contaminar com a Leptospirose?

A contaminação nos animais geralmente é através do contato direto com a urina do rato e água contaminada, por isso é importante manter comedouros e bebedouros bem higienizados, e evitar o lixo acumulado.

 

Como saber se meu animal está com Leptospirose?

Os principais sintomas nos animais são: vômito, diarreia, febre alta, fraqueza, prostração, pele e mucosas amareladas. Existem doenças como Babesiose, Erliquiose e Hepatite que apresentam os mesmos sintomas da Leptospirose, por isso a necessidade de levar o animalzinho o quanto antes para uma consulta e exames específicos e começar o tratamento adequado.

O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais específicos indicado pelo veterinário para detectar a presença da bactéria Leptospira.

 

A Leptospirose tem cura?

É uma doença grave que pode levar à morte mas tem cura sim, se o tratamento for feito adequadamente. O tratamento consiste na internação do animalzinho com aplicação de antibióticos, soro, vitaminas, até ele se recuperar totalmente. O proprietário tem que tomar cuidado, pois após a recuperação do bichinho, ele vai continuar eliminando a bactéria por um período que pode ser de até 6 meses. O ideal é sempre usar luvas para a limpeza onde o animal fica e vacinar o bichinho, quando o veterinário liberar para isto.

 

Como prevenir essa doença?

A prevenção é a vacinação em cães, sendo os filhotes tomando 3 doses a cada 21 a 30 dias e repetida anualmente. Em regiões, onde a presença de ratos é grande é necessário repetir a vacina a cada 6 meses, tudo conforme o critério do médico veterinário. Em gatos a doença é rara.

 
Por ser uma zoonose, a importância de um diagnóstico preciso é primordial. Em humanos, a contaminação se dá através do contato direto com a urina do rato, através das secreções do animal contaminado ou através dos alimentos e água contaminada. Os sintomas são: vômito, diarréia, calafrios, febre, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo e dor muscular. A principal dor muscular é na panturrilha, que é bem característico da pessoa contaminada pela bactéria Leptospira. Em muitas vezes, a Leptospirose em humanos é confundida com a dengue, gripe ou hepatite. O mais importante é sempre ficar atento aos sinais e sintomas, tanto nos pets, quantos nas pessoas e procurar os especialistas o mais breve possível, porque não se brinca com uma doença como esta.

 
O ideal é manter tudo sempre limpo, sem acumular lixo, manter o ambiente higienizado, vacinar os bichinhos e evitar o contato da água das chuvas se possível. Fique atento e cuide do seu animalzinho e de você.

 

Um abraço da Dra Jacque!

Autor: Dra. Jacqueline Felippetto

Jacqueline Felippetto é Médica Veterinária formada pela UFPR em Curitiba/PR. Atuante a mais de 25 anos na Clínica de Pequenos Animais. Também participa de programas de TV há 17 anos, como apresentadora e em entrevistas, com mais de 34O participações. É blogueira e tem um canal no YouTube, sempre dando dicas de saúde e cuidados com os pets. Siga o canal da Dra. Jacque

Compartilhe este post

Enviar o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido por

Gostando do conteúdo?

Compartilhe nosso blog com seus amigos!