Como surgem os carrapatos nos pets?

Embora muita gente não saiba, os gatos, assim como os cães, também podem pegar carrapato. Saiba como isso acontece e qual a forma de tratamento

O carrapato em cães é um parasita artrópode, que pode viver tanto no ambiente, quanto na pele do hospedeiro – nossos pets – na qual ele se alimenta do sangue do animal. Embora seja mais comum falar desse tipo de doença em cães, os gatos também estão sujeitos a esse problema.

O parasita costuma ficar no ambiente, esperando a aproximação de um hospedeiro, andando por sua pele até encontrar um local onde possa se alojar e que o animal não consiga alcançá-lo para retirar, normalmente na região da cabeça ou pescoço.

Tanto em cães como em gatos, o carrapato gera enorme desconforto, pois ambos sentem muita coceira e podem acabar se machucando ao tentar se livrar daquele corpo estranho preso a eles.

Qual o grande problema desse parasita?

O carrapato, depois de sugar a quantia de necessária de sangue, costuma se soltar do hospedeiro para continuar seu ciclo de vida. Contudo, apesar de parecer inofensivo, esse parasita pode ser extremamente perigoso.

Cada tipo de carrapato pode transmitir uma ou mais doenças ao animal. A ferida no cão pode fazer com que ele fique mais vulnerável a bactérias e vírus, assim como a perda excessiva de sangue, o que pode causar fraqueza e anemia.

Já os felinos, estão propensos a contrair doenças como a erliquiose felina ou a febre maculosa, que são zoonoses e podem, até mesmo, ser transmitidas ao ser humano.

Meu cão está infestado, o que eu faço?

Se o seu cão estiver infectado, o primeiro passo é levá-lo até um veterinário, que irá ajudar na remoção dos carrapatos, além de poder realizar exames para verificar a saúde do animal.

Além disso, é recomendado que o animal tome banhos com produtos carrapaticidas com frequência e realize a aplicação mensal de produtos pour-on, para controle de ectoparasitas.

A Farmácia de Bicho possui o Frontline Top Spot, ideal para tratar cães, adultos e filhotes, e evitar que ele seja contaminado por pulgas, carrapatos e até mesmo piolhos. Compra o seu agora mesmo! 

E o meu gatinho, o que devo fazer?

O tratamento funciona basicamente da mesma forma que com o cachorro, porém, não é recomendado que você faça a extração do parasita com as mãos ou com uma pinça comum. Isso pode fazer com que alguma parte do parasita ainda fique presa na pele do animal, ocasionando alergias e algumas infecções.

O ideal é levá-lo no veterinário para que ele possa fazer a extração dos parasitas, assim como indicar o melhor medicamento para auxiliar no tratamento deste problema.

Assim como com os cães, a Farmácia de Bicho possui o Frontline dedicado especialmente a tratar pulgas, carrapatos e piolhos no seu bichano. Compre o seu agora mesmo! 

É extremamente importante que, após fazer qualquer tipo de tratamento, você realize uma faxina em sua residência, para que possíveis parasitas sejam removidos do local. Da mesma forma, é sempre necessário ficar de olho na pelagem do animal e realizar a desparasitação frequentemente.

Autor: farmaciadebicho

Somos uma Farmácia Veterinária Online, temos ampla linha de medicamentos e produtos veterinários com qualidade e procedência. O melhor preço e entrega rápida em todo o Brasil. Compre Online www.FarmaciadeBicho.com.br

Compartilhe este post

Enviar o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido por

Gostando do conteúdo?

Compartilhe nosso blog com seus amigos!