Os perigos da esporotricose para seu gato 
jul23

Os perigos da esporotricose para seu gato 

 Conheça mais sobre os riscos que essa doença traz ao seu gato e saiba como prevenir e tratar seu bichano    A Esporotricose é uma doença que pode afetar animais e humanos, mas é muito mais grave entre os bichanos. Conheça mais sobre essa zoonose abaixo e saiba como prevenir e tratar seu gato.  Conheça a doença  A esporotricose é causada pelo fungo Sporothrix schenckii, e entra no organismo do animal através de machucados, feridas abertas e espinhos de plantas. Após a contaminação, a doença causa lesões que atingem progressivamente a epiderme, derme, músculos e ossos dos felinos. A contaminação ocorre quando o animal entra em contato com o solo, plantas e cascas de árvore, locais em que o fungo costuma estar presente.  Por conta disso, a esporotricose é também conhecida como doença dos jardineiros, e acomete com facilidade os profissionais deste ramo, assim como agricultores.  Os sintomas  A doença é fácil de ser identificada, o que colabora para um tratamento veloz e mais eficaz. O gato contaminado pelo fungo apresenta lesões na pele, que não cicatrizam e tendem a aumentar rapidamente. É muito importante levar o animal imediatamente ao médico veterinário após observar qualquer ferida profunda na pele.  Diagnóstico e tratamento  O diagnóstico deve ser o mais breve possível, já que a progressão da doença é muito severa e pode comprometer rapidamente todo o sistema imunológico do animal.  A confirmação da doença é feita através de um exame físico e dermatológico, e pode também envolver outros exames laboratoriais, caso haja a necessidade. O tratamento da esporotricose é normalmente realizado através de medicamentos específicos para combater infecções fúngicas, e será indicado pelo veterinário.    Como prevenir?  Evite que seu bichano tenha acesso à rua. A esporotricose é apenas uma das doenças que seu gato pode contrair na sua ronda diária, além de ficar suscetível a brigas com outros animais, atropelamento e outros perigos.  Castrar seu felino diminui a necessidade que ele sente de sair de casa, além de prevenir o aparecimento de algumas doenças como câncer de mama e infecção urinária.  Ao conviver com um animal contaminado pelo fungo, utilize luvas descartáveis ao tocar nele e mantenha as mãos e o ambiente bem limpos.  Evite criar muitos gatos em espaços reduzidos  Mantenha o ambiente que seu gato habita sempre limpo e arejado  Leve seu gato regularmente ao veterinário    Um gato diagnosticado com esporotricose exige muitos cuidados. Portanto confira o site da Farmácia de Bicho e aproveite para comprar os medicamentos que vão deixar o seu gato saudável novamente. ...

Leia mais
Desenvolvido por

Utilizamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência de compra. Ao continuar navegando em nosso site, você está de acordo conforme nossa política quanto a utilização de cookies.