Como saber se meu cachorro está com depressão?
abr11

Como saber se meu cachorro está com depressão?

Os cãezinhos podem ser tão emotivos quanto nós, seres humanos. Preste atenção nos sinais avaliando se ele não está ficando depressivo   A depressão canina está cada vez mais recorrente. Na maioria dos casos, pode ser resultado de uma mudança de rotina, bem como a perda de um companheiro ou mudança de casa. O mais importante é saber identificar a depressão canina, a fim de não confundir com outras doenças que exigem tratamentos diferentes. Confira o que é e quais os sintomas apresentados por ela. Não é fácil aceitar que nosso cãozinho está infeliz, mas é de extrema importância e relevância identificar a depressão e tratá-la, para assim ter seu cachorro feliz de novo.   O que é a depressão canina? Do mesmo modo que ocorre com as pessoas, os cães podem desenvolver a depressão por apresentarem um estado emocional mais vulnerável e sensível, e um dos cuidados mais necessários é não confundir com a Síndrome da Ansiedade de Separação (SAS). Em alguns casos, a depressão pode fazer com que nosso bichinho comece a apresentar um comportamento ansioso e atípico, sendo de extrema importância que os donos saibam observar e identificar os sinais do estado depressivo.   Leia mais Conheça mais sobre o antipulga Bravecto Transdermal  Como diminuir o odor das fezes dos animais? Entenda mais sobre a síndrome urológica felina    Quais são as possíveis causas da depressão canina?   Mudanças de rotina Cães são extremamente apegados à rotina e, quando há essa mudança, pode ocorrer um desequilíbrio emocional grande. Preste atenção caso você costumava sair com seu dog no mesmo horário ou tinha uma certa atenção regular e deixou de fazer isso. Quando não o fizer, seu cão sente os impactos, principalmente se for a longo prazo.   Morte de pessoas queridas Cães criam ligações fortes com quem convivem diariamente e, por não serem capazes de entender a morte, o desaparecimento deste ente querido pode deixar seu bichinho depressivo. Ele vai precisar de mais atenção nesse momento.   Mudanças bruscas de local Se antes seu cão morava numa fazenda, podendo facilmente sair para correr e brincar e, depois de algum tempo, se vê preso num apartamento, é normal que ocorra um certo estado depressivo pela situação em que se encontra.   Quais os sintomas que o cão em estado depressivo apresenta? Os sintomas mais recorrentes se dividem em: Perda de apetite: O cachorro não come como antes e, consequentemente, acaba perdendo peso e massa muscular. Isolamento: O cão prefere se isolar em seu canto, não respondendo a estímulos para brincar ou sair da sua casinha. Intolerância ao toque: Quando em estado de depressão, o cachorro costuma não...

Leia mais
Ansiedade de separação em cães
set12

Ansiedade de separação em cães

Quando você deixa seu cachorro sozinho ele fica triste, late sem parar ou fica muito nervoso? Então ele pode estar sofrendo de ansiedade de separação!   Sintomas da ansiedade de Separação em Cães Comportamento destrutivo (morder objetos pessoais do dono, portas, pé de mesa, etc.); Depressão (fica muito quieto, triste, as vezes sem comer); Late ou chora sem parar; Faz xixi e cocô no lugar errado (como na porta ou na cama do dono). Esses são os sintomas mais comuns, porém para ter um diagnóstico preciso o ideal é procurar ajuda profissional. Preste atenção no seu dia-a-dia com o cachorro, ele te segue por onde anda na casa? Fica muito tempo no seu colo? Isso demonstra que ele criou uma dependência e quando está sozinho fica com medo, achando que algo de ruim pode acontecer!   O que fazer para meu cachorro não sofrer quando estou fora de casa? Esconda petiscos e brinquedos recheados para que seu cachorro possa procurar e brincar enquanto você está fora; Saia para passear com seu cachorro antes de você sair de casa, assim ele vai descansar enquanto você está fora; Evite as festas e despedidas nos momentos de chegada e saída de casa.   Assista ao vídeo abaixo para saber como lidar com a ansiedade de separação do seu cachorro: Gostou das dicas? Compartilhe ou deixe seu comentário...

Leia mais
Adaptil – conforto e bem-estar para os cães
Maio24

Adaptil – conforto e bem-estar para os cães

Seu cão fica estressado em algumas situação como barulho de fogos de artifício, ida ao médico veterinário, viagens de carro e mudanças de ambiente? Adaptil é a solução, um produto com efeito calmante que auxilia na adaptação de cães a situações adversas do dia a dia, proporcionando conforto e bem-estar. Conheça Adaptil da Ceva Adaptil da fabricante Ceva libera um odor que é uma réplica sintética do cheiro característico que as cadelas produzem durante a amamentação, que faz com que os filhotes se sintam seguros e protegidos. Esse odor pode ser sentido apenas pelos cães, e faz com que se adaptem a situação adversas com maior facilidade. Adaptil possui efeito calmante sobre cães adultos em situações de estresse como: ruídos altos (fogos de artifício, trovoadas, aparelhos domésticos); visitas ao veterinário; viagens de carro; chegada de um novo animal ou de um bebê; ficar muito tempo sozinho; estadia em canil ou hotel; mudanças no ambiente; entre outras alterações da rotina do cão.   Adaptil é a primeira linha de produtos não medicamentosos de uso no ambiente, para auxiliar na adaptação dos cães em situações adversas do dia a dia. Disponível em duas apresentações: Difusor – o odor é liberado através do difusor que é ligado na tomada e possui grande área de cobertura, de 50 a 70m². Spray – o produto é borrifado diretamente no ambiente onde o cão está, como a caixa de transporte ou até na própria caminha.   Onde comprar Adaptil Em nossa loja online Farmácia de Bicho.com você encontra Adaptil com o melhor preço e total segurança de compra! Além disso você não precisa nem sair de casa pois fazemos entregas em todo o Brasil!   Temos disponível em 3 apresentações, acesse os links abaixo: Adaptil – Difusor e Refil 48ml Adaptil – Spray 60ml Adaptil – Refil para Difusor 48ml   Ficou com alguma dúvida? Deixe seu...

Leia mais
Depressão em cães e gatos
Maio08

Depressão em cães e gatos

Você sabia que cães e gatos podem ter depressão? A depressão não é uma exclusividade dos seres humanos, infelizmente os bichinhos de estimação também podem sofrer deste mal da vida moderna. É muito importante o dono do animalzinho saber detectar se o seu cão ou gato está deprimido, e isso geralmente ocorre através de mudanças de comportamento.   As principais causas de depressão nos pets são: -solidão; -perda de um ente querido ou até do bichinho companheiro; -mudanças de rotina; -mudança de casa; -no caso de gatos, até a simples mudança dos móveis e em alguns casos a falta de uma dieta balanceada, pode desencadear a depressão.   Em gatos, os principais sinais e sintomas são: -isolamento; -falta de apetite; -recusa de alimento; -comportamento agressivo; -miados altos e frequentes; – tristeza profunda.   No caso de cães depressivos, os principais sinais e sintomas são: -isolamento; -não quer saber de brincadeiras e nem de passeios; -diminui a alimentação ou para de se alimentar completamente; -em muitos casos, chegam a provocar automutilações, mordendo excessivamente as patas e até o próprio rabo; -evitam receber carinho e podem ficar estressados e agressivos.   É primordial o dono do bichinho ficar atento a essas mudanças de comportamento do seu pet, e levá-lo imediatamente ao médico veterinário. Cada caso deve ser estudado com muito cuidado para se chegar a um diagnóstico preciso e realizar o tratamento adequado para melhorar a qualidade de vida do animalzinho. Sempre dê carinho e atenção para o seu bichinho, isso evita e muito, os casos de depressão. A depressão nos pets também é uma doença e deve ser tratada. Fique atento aos sinais e sintomas e qualquer dúvida fale com um médico veterinário!   Um abraço da Dra...

Leia mais
Desenvolvido por

Utilizamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência de compra. Ao continuar navegando em nosso site, você está de acordo conforme nossa política quanto a utilização de cookies.