9 cuidados que você deve ter com seu pet no calor!
set25

9 cuidados que você deve ter com seu pet no calor!

Com o calor é muito importante ficar atento ao seu bichinho. Cães e gatos também sofrem com altas temperaturas, por isso tem que ter cuidado redobrado com eles. A incidência de diversas doenças aumentam também nessa época do ano. É importante deixar água a vontade e sempre fresquinha, para o animalzinho não sofrer desidratação.   As principais doenças que acometem os pets no calor são: -doenças alérgicas e respiratórias; -se os filhotes não forem vacinados adequadamente, podem contrair a Parvovirose, Cinomose, Leptospirose, Hepatite, Tosse dos Canis no caso de cães e Rinotraqueíte, Panleucopenia, FAIDS, em gatos entre outras, por isso mantenha a vacinação em dia do seu animalzinho e sempre feita por um médico veterinário; -doenças de pele, que pode começar como uma dermatite solar nasal até um carcinoma grave. No mercado pet existem diversos produtos que protegem a pele do bichinho, são os protetores solares específicos para os pets; -doenças causadas por pulgas, carrapatos e mosquitos aumentam e muito com a presença do calor, além de causar sérios problemas em cães e gatos, também podem ser transmitidas para humanos. É necessário fazer o controle desses parasitas durante o ano inteiro para evitar uma infestação com a chegada do calor; -verminoses também são muito comuns, mantenha sempre o vermífugo em dia do seu pet. Geralmente o vermífugo é administrado a cada 3 ou 4 meses, e sempre conforme o peso do animal. Os animaizinhos de estimação filhotes e idosos podem desidratar mais facilmente.   Os principais cuidados quando está muito calor são: manter o bichinho em local fresco; nada de deixar o cão ou gatinho dentro do carro; deixar o pote de água sempre limpo e com água fresca; evitar caminhar nas horas mais quentes do dia; manter o local limpo onde o bichinho fica, para evitar a presença de moscas e mosquitos; aplicar produtos contra pulgas, carrapatos e mosquitos; manter a vacinação em dia; evitar a colocação de roupinhas, deixe o seu bichinho o mais confortável possível; alguns pets ficam com menos calor quando são tosados, mas é necessário cuidados com algumas raças, pois a pelagem em muitos casos protege o bichinho do calor. Em caso dúvida, converse com um especialista sobre isso, um groomer saberá lhe dar uma informação sobre a tosa adequada para o seu pet.   As temperaturas estão muito altas, além do normal, por isso devemos cuidar dos bichinhos, pois eles sentem bastante também essas mudanças climáticas. Percebeu que o seu animalzinho, em dias de calor fica prostrado, quietinho demais, não bebê muita água, ou tem vômito e diarreia, leve-o imediatamente ao médico veterinário!   Confira no vídeo algumas dicas importantes!   Espero que...

Leia mais
Cuidado com a desidratação do seu pet!
jan02

Cuidado com a desidratação do seu pet!

Com o calor, os cães e gatos também podem apresentar desidratação, exatamente como acontece com os humanos. É sempre importante ficar atento ao seu bichinho, principalmente nos dias de calor intenso. Muitas vezes o proprietário demora a perceber que o seu animalzinho está desidratado e isso é muito grave, pois a desidratação pode matar se não for diagnosticada a tempo. Existe um teste fácil para você detectar se o seu bichinho está desidratado, segue a dica: puxe a pele que fica atrás do pescoço e solte-a, se o animal estiver hidratado, a pele volta rapidamente ao normal, se estiver desidratado, a pele voltará mais lentamente, esse sinal é bem visível.   As principais causas da desidratação são: -vômito -diarreia -infecções intestinais -infecções virais e bacterianas -calor -exposição excessiva ao sol -pouca ingestão de água -febre.   Fique atento também se o seu pet tem perda de peso, fica quietinho demais, a gengiva fica seca, tem perda de apetite, e os olhos ficam secos. O cuidado deve ser redobrado com filhotes e pets idosos pois desidratam mais facilmente.   Como solucionar o problema da desidratação? Se verificar que seu cão ou gatinho está desidratado, leve-o o quanto antes ao médico veterinário. Não é apenas o soro caseiro que irá solucionar o problema, em muitos casos é necessário o internamento, medicação e hidratação parenteral do animalzinho. Deixe sempre água a vontade e fresquinha para o seu bichinho e fiquei de olho nos sinais e sintomas da desidratação. Em caso de dúvidas, sempre consulte um médico veterinário! Cuide do seu bichinho e curta tranquilamente o verão com ele!   Um abraço da Dra Jacque!...

Leia mais
Dermatite solar nasal
nov16

Dermatite solar nasal

A Dermatite solar nasal é uma reação causada na pele despigmentada e sem pelos. Normalmente tem início com a pele vermelha, causando na sequência a descamação. Em alguns casos, pode até causar ulceras. Se o dono não cuidar e tratar das lesões, pode evoluir para um carcinoma, que é um câncer sério de pele. Isto ocorre quando os pets ficam expostos muito tempo aos raios solares. Cães e gatos de pelagens claras e com áreas sem pelo, são mais susceptíveis a Dermatite solar nasal. Algumas raças predispostas são: Collie, Border Collie, Poodle, Maltês e Pit Bull. Em gatos deve se ter cuidado com os de pelagem clara e branca.   Prevenir é muito fácil O importante é aplicar protetor solar específicos para os pets. Existem no mercado diversos produtos para a proteção dos raios solares, é só consultar um médico veterinário que ele vai indicar corretamente um para o seu animalzinho. A aplicação do protetor solar deve ser feita principalmente no focinho e ponta da orelhas, e também em áreas sem pelo, por isso as vezes é necessária a aplicação também em animais tosados. Existem no mercado pet, alguns shampoos que possuem protetor solar para o pelo, evitando que ele fique ressecado e queimado, devido à exposição solar!   Evite sair nas horas mais quentes do dia (entre 10hs e 16hs). Esta é uma dica que vale inclusive para nós, humanos, não é mesmo!?   Lembre-se: prevenir é o melhor remédio! Seu pet agradece e até a próxima dica!     Um abraço da Dra...

Leia mais
Cuidados com os pets no calor!
nov11

Cuidados com os pets no calor!

Com a chegada do calor, aumenta também o risco de doenças causadas por pulgas, carrapatos e mosquitos nos pets. Existe o risco de desidratação, insolação e hipertermia nos bichinhos, por isso todo o cuidado é pouco, principalmente com filhotes e pets idosos, pois desidratam mais facilmente.   Os principais cuidados com os pets no calor são: deixar água limpa e a vontade; manter a vacinação e o vermífugo em dia; evitar o passeio entre 10 e 16 hs, outro cuidado é verificar se a calçada ou o asfalto está muito quente, para não queimar a patinha dos pets, pois eles sofrem demais com este tipo de queimadura; animais de pelo longo é indicado a tosa; aplicar produtos contra pulga, carrapatos e mosquitos, evitando assim, doenças como Babesiose, Erliquiose, Febre Maculosa, Dirofilariose, Leishmaniose, Dipilidiose entre outras, sendo que algumas são transmitidas para seres humanos; cães e gatos com pelagem branca, tem que ter cuidado redobrado, para evitar o câncer de pele, caso fiquem muito expostos ao sol, em muitas vezes, os pets tem que usar o protetor solar específico para os bichinhos; evitar exercícios físicos intensos com o seu pet em horários muito quentes, evitando um mal estar ou até infarto; a alimentação deve ser leve e nada de oferecer comida gordurosa. Seguindo esses cuidados, com certeza, você e seu bichinho vão curtir esse  calor bem tranquilos!   Um abraço da Dra...

Leia mais
Desenvolvido por

Utilizamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência de compra. Ao continuar navegando em nosso site, você está de acordo conforme nossa política quanto a utilização de cookies.