Cuidados com cães e gatos idosos – a terceira idade dos pets

cuidados-com-caes-e-gatos-idosos-a-terceira-idade-dos-pets

Você sabia que os cães começam a envelhecer a partir dos 6 anos de idade?

Os bichinhos de estimação geralmente vivem em torno de 10 a 15 anos e infelizmente a velhice chega para eles por volta dos 6 anos de vida. Cães e gatos idosos precisam de cuidados especiais nesta fase da vida, e o acompanhamento do médico veterinário deve ser feito pelo menos 2 vezes por ano.

Sempre é importante realizar exames periódicos nos pets idosos. Os principais exames são:

-hemograma completo;

-ultrassonografia exploratória;

-pressão arterial;

-eletrocardiograma;

-exame de glicose, uréia, creatinina;

-raio x;

-e dependendo da doença crônica do animalzinho são necessários exames mais específicos, que somente o veterinário pode pedir e realizar, por isso a importância de levá-lo frequentemente para consultas.

 

Nesta fase da vida do bichinho o cuidado deve ser redobrado, pois doenças podem surgir e deve-se ficar muito atento. É normal o animalzinho ficar mais quietinho, não querer muitas brincadeiras, o que pode resultar na obesidade também. Percebeu que o seu pet idoso começou a engordar, leve-o para uma consulta, pois o sobrepeso pode causar problemas cardíacos e também nas articulações e coluna do animalzinho.

 

Os principais cuidados com cães e gatos idosos são:

-manter todas as vacinas em dia;

-desverminar a cada 3 ou 4 meses;

-dar uma ração de boa qualidade, existem no mercado pet rações específicas para animais idosos;

-se necessário, é importante dar suplementos à base de Omegas, pois aumentam a imunidade dos bichinhos;

-passear com o animalzinho, sempre no ritmo dele;

-evitar que ele suba muita escada ou faça muito esforço, para não comprometer as articulações;

-fazer a higiene dos dentes;

-sempre ficar atento com queda excessiva e falha dos pelos;

-animais idosos tendem a apresentar dificuldade da audição e visão, a catarata é muito comum nessa fase da vida, causando a opacidade do cristalino, nesses casos é importante consultar um especialista.

 

Infelizmente os pets tem pouco tempo de vida em comparação aos humanos, mas eles nos transmitem nesse pouco tempo o amor incondicional, um sentimento nobre que nos deixa muito feliz, não é mesmo?!

Então, se você tem um bichinho, cuide bem dele, leve-o regularmente ao veterinário, principalmente nessa fase da vida!

 

Espero que tenham gostado e até a próxima!

 

Um abraço da Dra Jacque!

Autor: Dra. Jacqueline Felippetto

Jacqueline Felippetto é Médica Veterinária formada pela UFPR em Curitiba/PR. Atuante a mais de 25 anos na Clínica de Pequenos Animais. Também participa de programas de TV há 17 anos, como apresentadora e em entrevistas, com mais de 34O participações. É blogueira e tem um canal no YouTube, sempre dando dicas de saúde e cuidados com os pets. Siga o canal da Dra. Jacque

Compartilhe este post

Enviar o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido por

Gostando do conteúdo?

Compartilhe nosso blog com seus amigos!