Como saber se meu cachorro está com depressão?

Os cãezinhos podem ser tão emotivos quanto nós, seres humanos. Preste atenção nos sinais avaliando se ele não está ficando depressivo

 

A depressão canina está cada vez mais recorrente. Na maioria dos casos, pode ser resultado de uma mudança de rotina, bem como a perda de um companheiro ou mudança de casa.

O mais importante é saber identificar a depressão canina, a fim de não confundir com outras doenças que exigem tratamentos diferentes. Confira o que é e quais os sintomas apresentados por ela. Não é fácil aceitar que nosso cãozinho está infeliz, mas é de extrema importância e relevância identificar a depressão e tratá-la, para assim ter seu cachorro feliz de novo.

 

O que é a depressão canina?

Do mesmo modo que ocorre com as pessoas, os cães podem desenvolver a depressão por apresentarem um estado emocional mais vulnerável e sensível, e um dos cuidados mais necessários é não confundir com a Síndrome da Ansiedade de Separação (SAS).

Em alguns casos, a depressão pode fazer com que nosso bichinho comece a apresentar um comportamento ansioso e atípico, sendo de extrema importância que os donos saibam observar e identificar os sinais do estado depressivo.

 

Leia mais

Conheça mais sobre o antipulga Bravecto Transdermal 

Como diminuir o odor das fezes dos animais?

Entenda mais sobre a síndrome urológica felina 

 

Quais são as possíveis causas da depressão canina?

 

Mudanças de rotina

Cães são extremamente apegados à rotina e, quando há essa mudança, pode ocorrer um desequilíbrio emocional grande. Preste atenção caso você costumava sair com seu dog no mesmo horário ou tinha uma certa atenção regular e deixou de fazer isso. Quando não o fizer, seu cão sente os impactos, principalmente se for a longo prazo.

 

Morte de pessoas queridas

Cães criam ligações fortes com quem convivem diariamente e, por não serem capazes de entender a morte, o desaparecimento deste ente querido pode deixar seu bichinho depressivo. Ele vai precisar de mais atenção nesse momento.

 

Mudanças bruscas de local

Se antes seu cão morava numa fazenda, podendo facilmente sair para correr e brincar e, depois de algum tempo, se vê preso num apartamento, é normal que ocorra um certo estado depressivo pela situação em que se encontra.

 

Quais os sintomas que o cão em estado depressivo apresenta?

Os sintomas mais recorrentes se dividem em:

Perda de apetite: O cachorro não come como antes e, consequentemente, acaba perdendo peso e massa muscular.

Isolamento: O cão prefere se isolar em seu canto, não respondendo a estímulos para brincar ou sair da sua casinha.

Intolerância ao toque: Quando em estado de depressão, o cachorro costuma não gostar de ser tocado e acaba se isolando ainda mais.

Tristeza profunda: O dono deve estar sensível para perceber a tristeza do cão, principalmente pela sua postura e aparência nos olhos.

 

Como tratar a depressão canina?

Primeiramente, você deve levar seu cachorro direto ao veterinário. Após o diagnóstico concreto, você provavelmente precisará administrar uma série de remédios de acordo com o grau e a intensidade da doença.

E, claro, o tratamento com medicamentos fará ainda mais efeito com carinho e apoio do dono. O quadro depressivo pode ser amenizado com amor e atenção, recebendo muito carinho da família.

 

Autor: farmaciadebicho

Somos uma Farmácia Veterinária Online, temos ampla linha de medicamentos e produtos veterinários com qualidade e procedência. O melhor preço e entrega rápida em todo o Brasil. Compre Online www.FarmaciadeBicho.com.br

Compartilhe este post

Enviar o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido por

Gostando do conteúdo?

Compartilhe nosso blog com seus amigos!