Antipulgas para Cães e Gatos

Os carrapatos e pulgas são dois problemas mais comuns entre os cães e gatos, mas que também são tão preocupantes como qualquer outra doença ou risco a saúde dos animais em geral, portanto precisam de cuidados para não se agravarem e causarem outros problemas.

As pulgas se reproduzem muito rápido, são difíceis de exterminar do cão ou gato e se não descobertas logo no início (quando os animais começam a se coçar bastante), podem tornar ainda mais difícil o tratamento antipulgas.

No corpo dos animais, a infestação não é tão grande, mas as pulgas desovam em ambientes, na casa do animal de estimação e é aí que aumentam as infestações no pet, cujo sangue serve de alimento para a pulga, que coloca os ovos no ambiente onde está. No calor, os ovos viram larvas que se alimentam do pó e detritos. Cerca de 95% das pulgas ficam no ambiente e somente 5% no animal.

O tratamento antipulgas deve ser usado nos animais, mas, além disso, o ambiente deve ser dedetizado e, caso o serviço seja feito por uma empresa, o animal tem que ficar fora de casa por no mínimo dois dias. Existem também infestações de pulga que são menores e o tratamento só é necessário no animal, sob indicação de um veterinário.

Autor: Clikss

Compartilhe este post

Enviar o Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Desenvolvido por

Gostando do conteúdo?

Compartilhe nosso blog com seus amigos!